A imagem da semente revela muito do que aprendi, compreendi na formação da ANEP.
O valor e a importância de chegar à essência, ao mistério superior da vida, latente na semente, no início de tudo. No começo da vida humana, muito antes do parto, quando se concebe em pensamento, quando se deseja a chegada de um novo ser, aí está tudo, toda a força, toda a vida. Com boas condições iniciais o ser humano floresce e cresce tal uma bela árvore, um ser em toda sua plenitude. É ali, no começo, na concepção, assim como durante toda a gestação, o parto e o pós-parto, que aprendemos os fundamentos primordiais da vida. É quando aprendemos a amar.
Assim foi pra mim a formação em educação pré-natal e perinatal da ANEP. Resgatar as memórias dos meus inícios, a força dessa semente germinada em mim e me unir a uma potente rede de profissionais a favor do começo da vida. O curso da ANEP foi para mim como semente vigorosa, cheia de vida, lançada aos 4 ventos para fertilizar a terra e fazer brotar dela um novo ser humano, uma nova geração, mais amorosa, justa e fraterna.
Gratidão é a palavra que resume o que sinto.
Que venham novos encontros, novos grupos, onde se fertilizem os ideais e a força criadora de um novo mundo!

Deixe uma resposta